Novos conteúdos Globoplay têm produtos com cara da Globosat

Todas as Mulheres do Mundo: Paulo ( Emílio Dantas ), Cabral ( Matheus Nachtergaele ),  Laura ( Martha Nowill ) com a diretora artística Patricia Pedrosa e o roteirista Jorge Furtado. Crédito: Globo/João Miguel Júnior


A Globoplay, plataforma de streaming da Globo, anuncia novas produções originais para este ano. Das atrações, há produções originais dos Estúdios Globo – como é denominada a unidade de produção da emissora – e algumas derivadas de produções feitas pelos canais da Globo na TV por assinatura, como documentários do OFF e musicais produzidos pelo Multishow. 

Entre os destaques, há uma série biográfica centrada sobre a vida e obra de Betinho, o sociólogo Herbert de Souza (1935-1997), irmão de Henfil, o idealizador e inspirador da maior campanha social contra a fome no País. Tem também um documentário sobre o surfista paulista Gabriel Medina, bicampeão mundial da categoria e um dos principais nomes do esporte do País.

O comunicado oficial da Globoplay com o anúncio das novidades diz que o objetivo é “atrair ainda mais assinantes para a plataforma”. A Globo não informa o número de clientes do serviço, mas diz que em 2019, foram 396 milhões de horas consumidas, representando um aumento de 69% em relação ao ano anterior.

São 18 novos títulos confirmados para 2020.  “O conteúdo brasileiro é o que nos diferencia. Com a força dos Estúdios Globo e com parcerias estratégicas no mercado independente, o Globoplay está multiplicando sua capacidade de oferecer ao assinante séries, filmes e documentários inéditos e de alta qualidade”, afirma Erick Brêtas, diretor de Produtos e Serviços Digitais da Globo.

“Betinho”, sobre Herbert de Souza, tem produção da AfroReggae e Formata. Na descrição da Globo, Betinho é apresentado como o ativista que deu origem à Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida, a maior campanha social já vista no Brasil. A série também vai retratar a vida pessoal de Betinho, sua relação com a família, a luta contra a AIDS e a perda de seus dois irmãos, o cartunista Henfil e o violonista Chico Mário, para a doença.  No papel central, estará  Júlio Andrade, que já deu vida a Gonzaguinha e Paulo Coelho no cinema. A série é produzida por José Júnior , do Afrorggae (A Divisão, Arcanjo Renegado) e dirigida por Sérgio Machado (Cidade Baixa, Irmãos Freitas), com roteiros de Sérgio Machado e Victor Navas (Cazuza, Carandiru).  O informe da Globoplay sobre a atração não cita que o projeto de Betinho foi a base do programa “Fome Zero”,  marca do  primeiro mandato do governo Lula (2002-2006).

Um outro destaque é “Mal Secreto”, série de suspense com autoria de Bráulio Mantovani e direção de Mauro Mendonça Filho.  A série é sobre Ernesto Zucatti, psiquiatra forense cuja rotina consiste em analisar e desvendar os mais sombrios mistérios, mecanismos e perversões da mente humana.
Sophie Charlotte, de "Todas as Mulheres do Mundo".
 Crédito: Globo/João Miguel Júnior

Ainda,  há “Todas as Mulheres do Mundo”, com 12 episódios, série baseada na obra do autor, diretor e dramaturgo Domingos Oliveira. Escrita por Jorge Furtado e Janaína Fischer e com direção de Patricia Pedrosa, traz no elenco:  Sophie Charlotte, Emílio Dantas, Matheus Nachtergaele, Martha Nowill e Lilia Cabral.

Mais  lançamentos

No fim de janeiro (dia 31), chega  o documentário “‘Medina”, sobre a trajetória vitoriosa do surfista brasileiro Gabriel Medina. Trata-se de uma parceria com o Canal OFF, da Globosat.

Em 7 de fevereiro, é a vez de “Arcanjo Renegado”, série de ação que narra a história de Mikhael (Marcelo Mello Jr.), sargento comandante de uma equipe do BOPE no Rio de Janeiro, com criação de José Júnior e direção geral de Heitor Dhalia.

Ainda no primeiro semestre, tem “Desalma”, um suspense sobrenatural que se passa numa atmosfera soturna, na qual mistérios se multiplicam até a revelação surpreendente de como todos eles se conectam. É uma série original Globoplay, desenvolvida pelos Estúdios Globo, criada e escrita por Ana Paula Maia com direção artística de Carlos Manga Jr. e direção de João Paulo Jabur e Pablo Müller. No elenco estão Cássia Kiss, Claudia Abreu e Maria Ribeiro.

Outra série, “Onde Está Meu Coração” conta, em dez capítulos, o mergulho vertiginoso de Amanda (Letícia Colin), brilhante médica de classe média alta, no mundo da dependência química. Original Globoplay, desenvolvida pelos Estúdios Globo, é escrita por George Moura e Sergio Goldenberg, com colaboração de Laura Rissin e Matheus Souza, direção artística de Luísa Lima e supervisão artística de José Villamarim.

Haverá ainda um “spin off” do sucesso “Malhação: Viva a Diferença”, com as  personagens Keyla (Gabriela Medvedovski), Ellen (Heslaine Vieira), Lica (Manoela Aliperti),Tina (Ana Hikari) e Benê (Daphne Bozaski). Elas serão “As Five”, onde se reencontram, após seis anos sem se verem. Estão agora no começo da vida adulta, cada uma em seus conflitos pessoais, comuns à Geração Z.

Na lista de lançamentos de 2020 constam ainda “Aruanas” (temporada 02),  “Minha Mãe É Uma Peça”, “‘Sandy e Jr”, “Marília Mendonça” (Temporada 02), “Thiaguinho – Tardezinha”, “Caso Evandro”,  “A Divisão” ( temporada 2).

Postar um comentário

0 Comentários